Contos Eroticos Gay

Fodendo com meu amigo hétero casado e mega pauzudo

Conheci Tiago no meu primeiro emprego. Na época ambos eramos solteiros, mesma idade(18 anos) e logo nos tornamos melhores amigos. Sempre faziamos tudo junto, dormiamos um na casa do outro, mas nunca rolou nada. Eu sempre gostei muito dele, mas devido ao fato dele ser aqueles heteros mulherengos, tinha receio de tentar algo e perder nossa amizade. Nesse tempo Tiago já era muito gato, e tinha um sorriso lindo, por isso ele pegava varias meninas.

Com o tempo, acabamos nos afastando, e muitos anos depois, com uns 22 anos nos trombamos e pegamos o contato novamente. Agora Tiago estava casado e com uma filha de 1 ano, e estava mais lindo ainda. Tiago tem uns 1,80 de altura, estava com uma barba perfeita, com um corpo bem rustico, mas não muito musculoso.

Acabou que voltamos a ter contato, e frequente como antes. Embora ele fosse casado, sempre arrumavamos tempo junto e eu ia muito em sua casa. Nunca dei motivos para Tiago nem sequer suspeitasse que eu curto um macho, então muitas vezes nosso assunto acabava em putaria. Mas como sempre fui bi, era facil falar sobre os casos que tive com mulheres.

Voltamos a sair com uma certa frequencia, e tambem me tornei o confidente do casal. Sempre estava la para conversar quando eles brigavam. As vezes Tiago que vinha conversar e as vezes sua esposa. Num determinado fim de semana, sua esposa queria muito visitar a mãe dela na cidade do lado, Tiago não queria ir e ela mesma disse para ele me chamar para fazer algo naquele fim de semana. Tiago me ligou e me disse para irmos visitar um amigo dele na cidade ao lado. Claro que aceitei normalmente.

No sabado, cheguei na casa dele de manha, e sua esposa ja havia ido. Conversamos normalmente como sempre e partimos. No caminho passamos perto da casa que os pais de Tiago possuíam no interior, ele então disse para passarmos lá ao inves de ir na casa do amigo. Eu aceitei, pois curtia aquela casa que tinha uma piscina muito bacana e outras coisas de lazer. Chegamos la antes de meio-dia, estava um dia bem quente. Para nossa surpresa seus pais não estavam la, eles iam para la quase todo fim de semana. Tiago tinha as chaves e entramos, tinhamos a casa toda para nós.

Devido ao calor ja pensamos logo em usar a piscina, mas como não era nosso plano inicial, não levamos roupas para isso. Tiago então sugeriu num tom de brincadeira que entrássemos pelados. Nunca tinha visto ele pelado, no maximo de samba canção, e já sabia que ele era bem peludo. Imaginar aquele macho pelado comigo na piscina me fez responder que topava sem pensar em qualquer outra coisa. Ele pareceu chocado por eu aceitar, mas levou numa boa e começou a tirar a roupa na minha frente.

Assim que ele tirou a camiseta, pude ver que ele havia aparado seus pelos do peito recentemente, mas ja estavam crescendo. Tirei minha camiseta também e quando olhei para ele novamente, ele ja havia tirado o short e a cueca, deixando sua rola pendurada bem na minha frente. Sua pica estava completamente mole, devia ter uns 10 cm mole, e seus pelos da virilha tambem estavam recem aparados como o do peito. Embora minha vontade fosse não tirar o olho do caralho dele que estava vendo pela primeira vez, achei melhor desfarçar e olhei em outra direção normalmente. Estavamos tirando nossa roupa de frente para a piscina, então sem cerimonia Tiago correu e pulou na piscina completamente nu.

Eu comecei a ficar excitado e empolgado com a situação, ele olhou para mim e disse para tirar logo a roupa e pular na piscina. Aproveitei que ele estava olhando, me virei de costas e abaixei tirando minha calça e ficando com a bunda para cima. Pude ver que ele estava olhando, então me virei, corri e pulei na piscina completamente nu tambem.

A principio ficamos curtindo a piscina cada um na sua, e ficamos apenas conversando sobre coisas aleatorias, isso me deu uma brochada, e perdi minhas esperanças de finalmente rolar algo, então fiquei na minha e continuamos conversando. Depois de um tempo Tiago sugeriu que jogassemos volei na agua, concordei e ele saiu da agua e notei duas coisas, Tiago tinha uma bunda redondinha, peluda e gostosa, e seu pau parecia estar meia bomba. Ele entrou na casa molhado mesmo e voltou com uma caixa, uma pequena bola e uma garrafa de jurupinga que estava quase cheia dizendo que encontrou na geladeira.

Ele me entrou a garrafa, e eu ja fui bebendo e aproveitando enquanto apreciava aquele macho hetero gostoso nu na minha frente montando a rede do volei. Tiago sempre pareceu bem timido em ficar nu na minha frente, mas naquele dia paracia que ele estava se exibindo para mim, e eu só aproveitei. Assim que ele terminou de montar, pulou na agua do meu lado, chegou bem perto, e pegou a garrafa da minha mão, tomou um gole e propos que somente poderia beber um gole quem marcasse ponto.

Aceitei o desafio e começamos a jogar. A melhor parte era quando a bola caia fora e ele precisava sair da agua para pegar. Eu ja tava jogando de pau duro e ele estava meia-bomba. Como comecei a ficar alterado, e ele tambem, comecei a perder o pudor e quando eu precisava sair da agua nem ligava que estava de pau duro. Estamos rindo bastante e zoando bastante até que acabou a jurupinga. Tiago saiu da piscina e foi procurar outra coisa para bebermos, mas ele voltou de maos vazias.

Tiago parou em pé na ponta da piscina perto de mim e pude finalmente ver ele de rola dura. Tinha uns 17cm, levemente torta para cima com uma cabeça bem grossa e roxa. Antes que eu tivesse qualquer reação, ele sentou colocando os pés na agua, pegou em sua rola olhando para mim e perguntou o que podiamos fazer agora que acabou a bebida. Claro que entendi o recado, me aproximei passando a mao em suas pernas peludas e ja caindo de boca em sua rola.

Tiago deitou para tras permanecendo com as pernas na agua, e eu continuei no mesmo lugar saboreando aquela rola deseja a anos. Tiago estava gemendo e segurando minha cabeça com uma mão e a outra ele estava usando para por cabeça dele em cima. Sua pica tinha um gosto perfeito de macho, e ja estava babando muito enquanto eu mamava deliciosamente.

Eu engolia sua rola completamente até sentir meu nariz tocando seu pelos. De repente Tiago se levanta, olha pra mim e fala para eu sair da agua e chupar ele de joelhos. Obedeci rapidamente e voltei a chupá-lo, dessa vez enquanto chupava eu passava as maos por todo seu corpo e sua bunda redonda e durinha. Tiago estava delirando de prazer e disse para irmos para o quarto. Me levantei, e beijei ele, por um breve momento ele recuou, mas logo em seguida me empurrou contra a parede, me beijando bem forte e gostos, esfregando todo seu corpo no meu. Foi um beijo de tirar o folego.

Tiago pegou minha mão e me levou até o quarto. Chegamos com ele me deitando na cama e deitando em cima de mim, voltando a me beijar enquanto nossos corpos ainda molhados estavam se esfregando loucamente. Tiago parou por alguns segundos, olhou pra mim e disse que sempre quis experimentar “algo” comigo. Eu disse que tambem e perguntei se ele tava gostando. Ele disse que sim voltando a me beijar calorosamente.

Logo em seguida Tiago foi me beijando e descendo, chupou meus mamilos, me fazendo gemer de tesão, olhou para mim com uma cara de safado e caiu de boca na minha rola. Claramente era a primeira vez dele, mas aos poucos ele foi pegando o jeito e me fazendo pirar com aquele boquete. Após uns cinco minutos, ele voltou a me beijar dessa vez ele se encaixou entre minhas pernas, me deixando aberto para ele. Tiago me beijava enquanto sarrava sua tora no meu cuzinho que estava piscando de desejo.

Tiago perguntou se eu queria mesmo aquilo, disse que sim, mas que precisava de algo para lubrificar, ele então saiu do quarto e voltou rapidamente com um oleo de massagem, peguei o oleo e pessei no meu cuzinho sedento por aquela rola, e bati uma punheta para ele para deixar bem lubrificado. Logo em seguida Tiago começou a penetrar, sua rola entrou de uma vez, me fazendo gemer alto num misto de dor e prazer, ele ameaçou tirar, mas abracei ele e lhe dei um beijo delicioso. Tiago entendeu que não era para parar, e começou um vai e vem bem devagar e foi acelerando com seu rosto colado ao mesmo, estavamos olho no olho. Tiago metia muito gostoso, ele se sentiu mais a vontade, levantou seu peitoral ficando de joelhos na cama enquanto bombava no meu cuzinho. Estava delirando de prazer e gemendo como uma putinha enquanto passava a mao em seu peitoral e pegava em sua bunda gostosa.

Sentir sua bunda indo e voltando enquanto me fodia estava uma delicia. Para me fazer pirar de vez, Tiago começou a me punhetar enquanto me comia. Precisei fazer ele parar de me masturbar para que eu não gozasse logo. Tiago então tira a rola, e pede para eu ficar de quatro, obedeci rapidamente e ele voltar a me foder, agora mais forte e rapido. Ele me segurava pela cintura enquanto bombava loucamente. Ele estava gemendo de prazer, eu abaixei meu peito na cama deixando minha bunda toda entregue para ele.

Após uns 10 minutos me comendo, Tiago me pos de frango assado de novo e voltar a me foder por mais uns 2 minutos, gozando dentro de mim até deitar em cima de mim exausto sem nem tirar a rola de mim. Quando ele ia sair de cima de mim pedi para que ele me masturbasse novamente, ele imediatamente obedeceu e me fez gozar rapidamente, me deixando com porra por dentro e por fora.

Tiago deitou novamente em cima de mim, me deu mais um beijo gostoso e fomos tomar banho. Ainda o chupei novamente no banho e ficamos nos pegando na piscina. Nesse mesmo dia voltamos para sua casa e eu dormi la, transamos novamente mais duas vezes naquela noite.

Depois desse fim de semana, começamos a transar com frequencia, ja que tinhamos muitos momentos sozinhos. Cheguei a mamar ele no cinema uma vez que fomos, e varias outras assitimos a filmes com as mãos dentro da calça do outro.

Atualmente ele esta morando em outra cidade, e nos vemos muito pouco, mas ainda rola alguma coisa, só que raramente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *